Topo da Página
Portal de Acessibilidade do RS
Governo do Estado do RS - SDSTJDH
Início do conteúdo

Você está em: Página Principal » Notícias e Informes » Projeto BlindSight é mais uma tecnologia confirmada na ExpoTAI

Projeto BlindSight é mais uma tecnologia confirmada na ExpoTAI


Descrição da imagem: Estudante Ricardo Sabedra com o BlindSight em mãos. Ao fundo parede branca. Fim da descrição.14/08/2017

O Estudante de engenharia da computação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Ricardo Sabedra, é mais uma atração confirmada na primeira Exposição de Tecnologia Assistiva e Inclusão, a ExpoTAI. O evento, promovido pela Faders Acessibilidade e Inclusão, será realizado no Vida Centro Humanístico, na zona norte de Porto Alegre.


Ricardo Sabedra é o idealizador do projeto BlindSight, que é um dispositivo no formato de um cinto para auxiliar na locomoção e no desenvolvimento dos sentidos de pessoas deficientes visuais. Ele funciona detectando obstáculos ao redor do usuário e alertando-o, por meio de vibração a posição do objeto. O projeto, em 2016, foi segundo colocado a nível Brasil na Competição de Sistemas Embarcados da Intel e selecionado em 2017 para participar de um dos maiores programas de empreendedorismo social do país, chamado SGB Lab, promovido pela Social Good Brasil.

Durante a realização da ExpoTAI, alunos de diversas universidades poderão apresentar trabalhos e pesquisas referentes a área da tecnologia assistiva. O projeto BlindSight estará localizado no estande da UFRGS.

Confira no link https://www.youtube.com/watch?v=5adz1yY9QOo&feature=youtu.be uma demonstração do funcionamento do dispositivo.

Descrição do vídeo: Na primeira imagem do vídeo é possível observar um homem cego que tem cabelos pretos, usa óculos, veste uma roupa branca. Está utilizando o cinto do projeto, que é vermelho, e fica na altura da cintura. Este homem começa a se locomover por uma sala quadrada. Ele se encontra bem perto de uma parede, mesmo não utilizando a bengala neste momento, ele consegue perceber que a parede está a sua direita e o quão distante ela está dele devido a vibração de um dos sensores do cinto. A medida que o homem se movimenta para frente, para aos poucos e percebe que a parede à sua direita ainda está lá, mas pelo um sensor central sente que ele está se aproximando de uma parede a sua frente. Ao chegar bem próximo desta, no canto da sala, ele sente pelo sensor a sua esquerda que não há obstáculos nessa direção, então ele se vira para este lado. Assim começa a dar a volta na sala em que se encontra.
No último clipe do vídeo, agora utilizando a sua bengala assistiva, ele usa o cinto para descobrir um novo local em sua faculdade, que nunca tinha vivenciado por ele mesmo. Seu objetivo é andar por entre uma parede e dois pilares e passar entre os dois pilares. Então movimenta-se calmamente e procura entender bem o ambiente que se encontra. Percebe que ao passar entre a parede e o pilar os sensores da esquerda e da direita estão vibrando, mas o sensor central não, portanto ele sabe que pode andar para frente sem problemas e consegue completar o percurso com sucesso. Fim da descrição.


Fonte: ASCOM/ Faders Acessibilidade e Inclusão

Página anterior | - | Voltar para o topo da página





Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e com Altas Habilidades no Rio Grande do Sul FADERS
Rua Duque de Caxias, 418 - Bairro Centro - Porto Alegre/RS - CEP: 90.010-280
Telefone/Fax: (51) 3287-6500 - faders@faders.rs.gov.br
Horário de atendimento: De segunda à sexta-feira das 8h ás 12h e das 13h30 ás 17h30
Todos os direitos reservados.